Como reduzir espinhas cuidando da alimentação

Rosa Verão - Coleção 2018 / 2019

As temidas espinhas da adolescência podem ser combatidas com uma boa alimentação. Parece incrível, mas os remédios milagrosos e cremes que prometem aniquilar com as marquinhas que desesperam os jovens, não são mais valiosos que a comida adequada.

A pele é o cartão de visitas de todas as pessoas e para os jovens, que estão em fase de autoafirmação e de descobertas, as marcas de espinhas e cravos podem causar até mesmo prejuízos psicológicos a sua formação. Por isso, cuidar da pele tem um peso ainda maior para essa faixa etária, e nada melhor do que rever a alimentação para atingir o seu objetivo.

Alimentos poderosos contra espinhas

Muitas manchas e cicatrizes causadas pelas espinhas são irreversíveis, o que acaba causando problemas na autoestima do adolescente. Portanto, quando surgirem os primeiros sinais de cravos e espinhas, é hora de rever a rotina da alimentação e o que está sendo consumido, para cortar imediatamente o seu surgimento.

Antes de mais nada, consuma muita água. É importante rever a quantidade do líquido que se consome diariamente, já que em geral são bem menos do que o necessário. E quanto mais hidratada, a pele fica mais viçosa.

Recomendados pra você  Kefir de água: Como cultivar e porque é tão saudável

Produtos com boa concentração de vitamina A, como brócolis, cenoura, salmão e espinafre, são ótimos para diminuir a produção de sebo das glândulas sebáceas que deixam a pele mais oleosa e acentua a formação de cravos.

Já o consumo de castanhas do Pará, ostras e gérmen de trigo traz o zinco para o organismo, que tem ação anti-inflamatória e antioxidante. Ele faz a pele reagir às bactérias que formam as espinhas e diminui os inchaços.

Vitaminas

A vitamina C e E são fundamentais para trazer antioxidantes, fortalecem a imunidade do corpo, protege de irradiações solares e atua na regulação hormonal. Estão presentes em laranja, limão, acerola, abacate, mamão, brócolis, folhas verdes, batata-doce, nozes, azeite de oliva, sementes de girassol.

O salmão e a castanha do Pará também possuem o selênio, assim como os ovos e arroz integral. O selênio protege a pele contra os radicais livres, diminuindo ou acabando com o surgimento de acnes. Já o ômega 3 ajuda a levar o oxigênio para a pele através do sangue, purificando de radicais livres e ajudando na renovação celular através de alimentos como nozes, amêndoas, óleo de linhaça e sementes de girassol.

Recomendados pra você  Confira as melhores receitas de sucos detox para este verão!

Para manter a pele macia e sem marcas, abuse de grãos integrais como arroz, macarrão, farinha, quinoa e aveia, assim como os peixes atum, salmão e sardinha. Sementes também são ótimas, como linhaça, abóbora e chia e carnes magras como peixes, frango, lagarto e lombo suíno. Frutas como laranja, limão, abacate, mamão e manga são muito bem vindas junto aos vegetais cenoura, espinafre e brócolis.

Alimentos que fazem mal para a pele

Como é uma época onde os fast foods são muito populares entre os jovens, a tendência é que surjam ainda mais cravos e espinhas, por estimularem a gordura e baixos nutrientes. Dentro dessa linha, é fundamental ficar atento a alguns produtos e fugir deles para evitar danos à pele.

Fuja de açúcar contido em doces e chocolates; bebidas alcoólicas de qualquer tipo e, principalmente, em excesso; cafeína, alimentos congelados como nuggets, hamburger e pizzas; refrigerantes; frituras; sorvetes; carboidratos como massas e pizzas; laticínios; comida muito apimentada; carne processada e carne vermelha.

[bar group=”21″]

Comentários

comentários

Sobre o Autor

O Blog do Rosa Verão tem como objetivo ajudar suas clientes com dicas de roteiros, praias, dietas, viagens, oferecendo qualidade em informação. Os biquínis da marca também seguem um rigoroso controle de qualidade, afim de garantir as clientes conforto e beleza. Conheça mais sobre nossos produtos em www.rosaverao.com.br