Rússia: conheça os pontos turísticos do país da copa

Rosa Verão - Coleção 2018 / 2019

Que a Copa do mundo de futebol deste ano será realizada na Rússia eu garanto que você já sabe… Aliás, faltam poucos dias para que os jogos comecem. Dessa forma, se você vai assistir algum jogo pessoalmente já deve estar com as malas prontas.

Mas fora assistir os jogos de futebol, você sabe o que mais tem para se fazer na Rússia? Que lugares você não pode deixar de visitar? Leia nosso artigo até o final e conheça os pontos turísticos mais famosos do país sede da copa do mundo de 2018.

 

Um pouco sobre a Rússia

russia

Antes de apresentarmos todos os lugares incríveis que você não deve deixar de visitar ao estar na Rússia, vamos conhecer um pouquinho sobre o maior país do planeta Terra.

Em primeiro lugar, Rússia é para nós que somos intímos, o nome oficial do país é Federação Russa. A Rússia está localizada ao norte da Eurásia (sim, ela ocupa metade da Europa e 1/3 do continente Asiático), tendo nada menos do que 17.075.400 km² e, cobrindo mais de 1/9 da área terrestre.

Além de ser o maior país, a mãe Rússia também é grande em termos populacionais, abrigando cerca de 142 milhões de habitantes. Suas cidades mais populosas são Moscou (sede de vários jogos), São Petersburgo, Novosibirsk, Ecaterimburgo, Novgorod e Samara.

O clima, apesar do tamanho do país, é predominantemente frio (prepare seu casaquinho, gorro e luvas). Suas temperaturas máximas não passam dos 25ºC no verão. Mas no inverno, podem chegar a -40ºC!

Porém se você curte o frio realmente, vá até Yakutsk! Lá já foram registradas temperaturas de 50 graus Celsius abaixo de zero! Um frio jamais imaginado para os calorosos brasileiros.

A vodka russa

vodka_russa

E o que poderia ser melhor do que uma vodka para aquecer esse frio todo que faz na Federação Russa? Os russos têm a bebida como um orgulho nacional, já são mais de 500 anos regados por uma boa vodka.

Curiosamente, a palavra vodka vem de “voda” que significa “água” em russo. E na Rússia não há uma comemoração sequer em que não seja servida essa iguaria, casamentos, batizados, aniversários, solenidades, tudo.

E lá não existe somente um tipo, como é comum encontrar aqui no Brasil. Tem a vodka branca (tradicional), a cranberry e a de maçã, cada uma fica melhor com um tipo de comida. Experimente a vodka tradicional com caviar ou peixes salgados. A de cranberry vai bem com pratos mais leves como panquecas e, a de maçã com carnes.

Outra peculiaridade é que eles não tomam aos poucos, o negócio é virar o copo mesmo! E nada de colocar no congelador, basta estar fria, até porque com as temperaturas que fazem lá.

A viagem até a Rússia

Se você vai daqui (Brasil) pra lá, prepare-se porque a viagem é longa. A distância do Brasil até a Rússia é de 14.442 km, são pelo menos 16 horas de vôo entre São Paulo e Moscou, fora as escalas.

Consulte nosso artigo sobre as novas normas de peso e tamanho das bagagens. Aproveite e veja todas as nossas dicas sobre o que é essencial levar para todos os lugares, como reduzir o peso da mala e outras informações valiosas na hora de viajar.

Mas fique tranquilo! Mostraremos aqui como sua viagem valerá a pena. A Rússia é um país de incrível história, arquitetura e paisagens, não faltarão lugares para você visitar.

 

Os pontos turísticos da Rússia

Na Rússia cada lugar conta uma história diferente. O país é marcado por guerras e personagens fortes, portanto você irá se encantar com cada uma das visitas.

Existem diversas fortalezas (Kremlins) ao longo do território russo, que foram contruídas em locais estretégicos para proporcionar maior segurança aos habitantes da época. Porém, hoje a maioria abriga sedes governamentais. Sendo que, a vista dessas fortalezas é imperdível.

Além das fortalezas, a Rússia tem inúmeras construções coloridas, como igrejas e palácios que também estão abertos a visitação. Outra característica das edificações é que cada uma delas remete a um ou diversos pontos da história russa.

Recomendados pra você  Conheça as melhores praias de Florianópolis

Portanto, anote as dicas abaixo de 7 passeios imperdíveis e visite todas as atrações que forem possíveis!

#1: Kremlin de Moscou

kremlin_moscouO Kremlin, localizado no centro da capital Moscou, é uma verdadeira cidade murada. O Kremlin é uma das atrações turísticas mais conhecidas da Rússia, contruído ao longo de séculos para simbolizar o poder do Estado russo.

Sua área ocupa nada menos que 280.000 m², com igrejas, catedrais, palácios, câmaras e torres. Entrar no Kremlin é como visitar uma cápsula do tempo russa, com memórias de diversas épocas.

A construção do Kremlin de Moscou começou no Século XII, com muros feitos de madeira. Mais tarde, no Século XIV todos os muros foram reconstruídos em pedra, tornando-o ainda mais seguro e imponente.

Os prédios abertos para visitação incluem:

  • Câmara das Armas;
  • Arsenal;
  • 3 Catedrais: da Assunção, da Anunciação e do Arcanjo;
  • Igreja da Deposição das Vestes;
  • Praça de Ivan, o Terrível;
  • Palácio do Patriarca;
  • Senado.

E, apesar de todas essas atrações, o Kremlin continua sendo a moradia oficial do presidente da Rússia, o senhor Vladimir Putin. Aliás, passeando pela Rússia você irá ver diversos monumentos e lembrancinhas com o rosto do presidente (sim, é isso mesmo). Putin com urso, Putin em canecas, chaveiros, imãs, etc.

#2: Catedral de São Basílio

catedral_são_basilio

Talvez uma das imagens mais associadas à Moscou, a Catedral do Véu Protetor da Mãe de Deus (nome oficial), ou simplesmente Catedral de São Basílio é bem ao lado do Kremlin.

A catedral é composta por nove igrejas, que se destacam pelas cores e arquitetura fantásticos. Segundo a história, sua construção foi uma promessa de Ivan (o Terrível) que estava em campanha militar para anexar a região de Cazã, em 1522.

Se você estiver disposto a pagar a entrada, o interior da Catedral de São Basílio é tão incrível quanto seu exterior. Dentro da construção podem ser vistas obras de arte e objetos sacros, além de paredes pintadas de diferentes formas, seguindo tendências de variadas épocas.

#3: Praça Vermelha

praça_vermelhaA Praça Vermelha é o coração da cidade de Moscou, tanto para os visitantes como para os moradores locais. Ela fica no meio de outras atrações turisticas interessantes, o Kremlin e a Catedral de São Basílio.

A praça nasceu no Século XV, quando o princípe Ivan III ordenou que todos os prédios ao redor do Kremlin fossem demolidos para que a imensa área se transformasse em um mercado.

Em russo, seu nome (Krasnaya Ploshchad) pode significar tanto Praça Vermelha como Praça Bonita, justamente por se estender de frente para a Catedral de São Basílio, considerada belissíma.

#4: Hermitage

hermitage

Se você é fã de artes e, por acaso for assistir algum jogo no Estádio São Petersburgo, não deixe de visitar o Hermitage.

O Hermitage é um dos maiores museus do mundo, localizado às margens do Rio Neva, na cidade de São Petersburgo. A própria construção é uma verdadeira obra de arte!

O Hermitage possui uma área de 127.000 m² de pura arquitetura barroca. Originalmente, ele foi criado para servir de moradia aos czares (imperadores, monarcas) no reinado de Elizabeth Petrovna.

Posteriormente, a czarina Catarina, a Grande, começou a montar um acervo de obras de arte. Porém, sua visitação só foi aberta ao público em 1917, depois da Revolução Russa.

Atualmente, o Hermitage possui mais de 3 milhões de peças. Suas galerias abrangem culturas de diferente épocas históricas e, várias partes do planeta.

Lá dentro você poderá ver, desde, artefatos pré-históricos até obras de artistas renomados, por exemplo Da Vinci, Rafael, Picasso e Van Gogh.

#5: Monumento aos Conquistadores do Espaço

conquiatadores_do_espaçoApesar dos americanos terem sido os primeiros a pisarem na lua, foi a Rússia que saiu na frente na corrida espacial na década de 1960. O cosmonauta Yuri Gagarin foi o primeiro a orbitar o planeta Terra, a borda da nave Vostok 1.

Toda a determinação da Rússia nesse período e, o interesse pela viagem espacial, são celebrados no Monumento aos Conquistadores do Espaço.

O monumento possui mais de 100 metros de extensão, com a arquitetura projetada de maneira a imitar uma nave projetando-se ao céu. Vá também ao Museu Memorial da Cosmonáutica, que esta alojado na base do edifício.

Recomendados pra você  3 dicas para te ajudar a fazer sua mala para ir à praia

#6: Teatro Bolshoi

bolshoi

Não poderíamos escrever sobre os pontos turísticos da Rússia sem citar o Teatro Bolshoi. A construção atual é datada de 1856, e sua fachada é deslumbrante, com grandiosas colunas e entrada imponente.

O nome “Bolshoi” vem da palavra russa “grande” e, é exatamente disso que se trata o teatro. A área interna tem cerca de 21 m de altura e 26 m de largura, podendo receber 2.153 espectadores.

Em 2011 foi concluída mais uma das reformas do Bolshoi, por isso, quem for a Rússia esse ano poderá se deparar com as condições impecáveis da obra.

Se você tiver se planejado bem poderá entrar e assistir algum espetáculo de balé ou ópera, mas saiba que os ingressos são disputadissímos pelos turistas que vão à Rússia.

#7: Ferrovia Transiberiana

transiberianaO que falar da Rússia? É um enorme país que realmente aprecia construções grandiosas, a Transiberiana é considerada a ferrovia mais longa do mundo. Bem adequado não é mesmo?

A ferrovia interliga Moscou a Vladivostok, no extremo leste do país. Seu trecho mais relevante tem mais de 9.000 km. Ela passa por diversas cidades, além de conectar o oriente russo à Mongólia, China e ao Mar Japão.

Ao longo da ferrovia passam 8 fusos horários distintos, dá-lhe acertar o relógio hein! Quem enfrentar a viagem completa levará 7 dias dentro do trem para finalizar o trajeto, passando por 15 diferentes cidades russas.

Uma das paradas mais famosas é na cidade de Irkutsk, na Sibéria. A cidade é próxima ao Lago Baikal, pasmem, o mais antigo e profundo do mundo! O lago tem aproximadamente 20 milhões de anos, 636 km de comprimento, 80 km de largura e 1680 metros de profundidade.

lago_baikal
Lago Baikal

A superfície do lago é de uma paisagem estonteante, com 31.500 km². No inverno toda essa extensão fica congelada formando uma gigantesca planície de gelo cercada pelas Montanhas Baikal.

Se você estiver com tempo e disposição, porque não dar uma voltinha na Mongólia? A capital Ulan Bator possui o Parque Nacional Gorkhi-Terelj, a monumental estátua de Genghis Kahn e o excepcional Deserto de Gobi.

Por fim, se você não descer em Vladivostok, outro maravilhoso país que pode ser conhecido através desse trem é a China. Lá você poderá explorar sua cultura milenar, por exemplo o Palácio de Verão, Templo do Paraíso. E, obviamente, a grandiosa Muralha da China.

 

Outras peculiaridades ao se viajar para Rússia

Como ficou claro ao longo do artigo a Rússia é um país enorme, então se planeje!

Caso você você queira aproveitar bem o inverno russo vá entre os meses de dezembro à fevereiro, quando há mais neve e menos lama. Nessa época do ano as temperaturas oscilam ao redor de -10 ºC.

Outro ponto fundamental para os turistas é que o inglês não basta! Pois é companheiro, se você achava que poderia viajar o mundo inteiro com esse idioma, na Rússia isso pode não ser verdade.

Os mais jovens até falam um pouco da língua, mas a grande maioria fala somente russo. Saber um pouco de russo também será importantíssimo para você se guiar no transporte público e nas placas de rua.

Além disso, os russos não são tão abertos e calorosos como os brasileiros. Então cuidado para não ofendê-los com nosso jeito mais bonachão e brincalhão de ser.

sopa_borsch
Sopa Borsch

Ande sempre com seu passaporte. Ok, isso é essencial em qualquer país que você visite. Mas depois dos episódios de terrorismo na Rússia, as autoriadades estão mais burocráticas e atenciosas a sua identificação.

Quanto à alimentação, se você é do tipo que adora saladas e frutas, vai ter que pagar caro por isso. Porém é possível fazer boas refeições por bons preços, prove a sopa Borsch (a base de beterraba) ou o Blini (uma pequena panqueca recheada com vários sabores).

Vista um tênis confortável para fazer os passeios sugeridos. Alguns turistas relatam que chegaram a caminhar 12 km por dia dentro de museus e visitando monumentos.

Por fim, aproveite muito suas férias, o Brasil tem um acordo com a Rússia que proporciona isenção de visto para estadias de até 90 dias no país.

Gostou do artigo? Curta e compartilhe com os amigos!

Comentários

comentários

Sobre o Autor

O Blog do Rosa Verão tem como objetivo ajudar suas clientes com dicas de roteiros, praias, dietas, viagens, oferecendo qualidade em informação. Os biquínis da marca também seguem um rigoroso controle de qualidade, afim de garantir as clientes conforto e beleza. Conheça mais sobre nossos produtos em www.rosaverao.com.br