Como escolher um Ômega 3 de qualidade para seu consumo

Tempo de leitura: 3 minutos

Quem está naquele projeto verão para fazer bonito na praia já ouviu falar sobre o Ômega 3. Sem exageros, esse é um dos suplementos mais importantes para quem busca ter hábitos mais saudáveis. Claro, ele não é aquele suplemento que garante queimar gordura abdominal em tempo recorde, nem um daqueles suplementos que prometem saciedade para ajudar na perda de peso, mas é importante por outro motivo: para nos manter saudáveis.

O Ômega 3 é um tipo de gordura boa, daquela que devemos ingerir, que garante um reforço no sistema anti-inflamatório, permitindo que ele se recupere das atividades físicas e não sinta tanto a restrição de uma reeducação alimentar ou dieta. Nem precisa falar que isso é indispensável na busca do corpo perfeito, né?

Ômega 3 e peixes de águas frias

O Ômega 3 é uma gordura original dos peixes. Por isso, é claro que é a partir da pesca que vamos encontrar sua principal fonte natural. Porém, embora todo peixe forneça Ômega 3, alguns fornecem mais do que outros. Por isso, alguns suplementos são mais caros que outros. O Ômega 3 do salmão, por exemplo, é mais caro, primeiro por ser um peixe considerado nobre e segundo por realmente ser uma fonte mais concentrada.

Recomendados pra você  5 dicas para não fugir da dieta!

Então, ao adquirir um suplemento de Ômega 3, procure aqueles que são feitos a partir de salmão, truta ou atum, que são peixes de águas frias, com maior concentração. Isso sempre estará indicado na embalagem do suplemento. 1000 mg por cápsula, por exemplo, é melhor do que 850 mg. Então já deixamos aqui duas dicas: cápsulas com maior concentração e original de peixes de água fria.

Quando tomar Ômega 3?

Vale lembrar também que saber tomar um suplemento pode fazer ele funcionar melhor ou pior. No caso do Ômega 3, não adianta querer tomar 5 cápsulas de 2500 mg se o indicado são até 3000 mg por dia, pois o corpo não absorverá esse excedente ingerido. Então, como sugestão de uso, ingira entre 2000 e 4000 mg por dia. Divida essa quantidade de acordo com as refeições, e tome as cápsulas logo depois delas.

Não é que ele precise ser usado só depois das refeições, mas já que as cápsulas precisam ser digeridas, faça isso junto com elas. Dessa forma, suas propriedades serão melhor utilizadas pelo organismo. Este também é um truque para ajudar quem é sensível a algum componente das cápsulas de Ômega 3.

Recomendados pra você  Como verificar se o seu Sal Rosa do Himalaia é original ou não

Quais as melhores marcas de Ômega 3?

Não vamos apontar para marca A, B ou C, pois apesar de algumas terem mais tecnologia em sua composição do que outras, todas elas são teoricamente certificadas por órgãos responsáveis. Por isso, se a ideia é utilizar o Ômega 3 pra aproveitar o verão na praia, vale a pena fazer uma consulta com um nutricionista, que poderá esclarecer suas dúvidas, além de indicar as melhores marcas.

Dependendo da situação, fazer o suplemento em uma farmácia homeopática pode ser até mais interessante, embora não tenha a mesma garantia de tecnologia e estudo das grandes empresas.

E depois de escolher o Ômega 3, não deixe de navegar no nosso site e ver mais das nossas novidades!

Comentários

comentários